nós dois

à Janisse Ramos Nunes

eu Halley
você constante
eu salto
você rocha
eu cartilha
você viajante

eu instante
você Big Ben
eu pena
você anzol
eu hiato
você também

eu encruzilhada
você conexão
eu tinteiro
você laser
eu abraço
você imersão

eu insípido
você curry
eu improviso
você sinfonia
eu minúcias
você pot-pourri

eu planície
você distorção
eu sotaque
você orvalho
eu aceno
você consumação

eu memórias
você inscrições
eu espanto
você castelo
eu desespero
você, meu amparo

(scs, 12414)

sem título

à Shan

não, eu voltei
de tanto ver-te
fascinado

e agora continuar
envolvido em deliciar-me
apaixonado

não, eu fugirei
pra ti mesma toda
aprisionado

(scs, 25813)

garden

à shan

Te olhei e,
então,
te vi.
Estavas tão linda!
Sim, como estavas de tal modo
linda!
E por um instante o tempo parou séculos
parado também a ver
como estavas linda!
Mas o tempo não voltou…
não posso mais olhar para outras manhãs
e te ver em outras manhãs
em outros jardins
em que também estavas
tão linda!

(sn, 031211)