de longe

Tu te deixaste ver
e, vendo-Te,
eu me vi
ao me ver
Tu me quiseste
e eu não mais me quis:
Te quis
– e como pode ser que
Tu me quiseste
sempre me quiseste!

(sa, 291212)