Tag Archives: janisse nunes

Versinho

Fiz um versinho
pra meu amor;
um verso bobinho,
como bobinho é todo amor.

No meio do verso
fiquei sem palavras,
como sem palavras deixa
todo verdadeiro amor.

Queria dizer muito mais,
pois sempre há muito mais a dizer
num bobinho grande amor.
Mas preferi o silêncio,
pois de silêncios também ama
quem ama com grande amor.

(scs, 16416)

18 fev 2017

sem título (janisse nunes)

Ah, teus olhos cegos
não podem ver a Deus.
Ateus, olhos cegos,
não podem ver a Deus…
não podem ver… adeus!

26 nov 2012