tarde chuventa

por chover
o dia se faz
preguiçoso melancólico
úmido
e a vida, então, pára
as memórias fogem
do espelho
e resta apenas
um rosto estirado
na cama
roncando baixinho

(j, 151011)

A rosa

a rosa
caída
na calçada
é poema
que a chuva leva
a mão
pequena
molhada
das lágrimas
que olhos tristes
choviam
colheu
a rosa
trazida por
outra chuva
e os olhos
sorriram
com o poema
entre as mãos

(mc, 2589)