poesia incompleta

a úmida tarde mancha a parede
na íris a clara a imagem que se perde
em névoa e desencanto
e no entanto

se refaz em arco-iris e suspiros
profusos arrancados à garganta rude
sem conflito ou custódia
doce prosódia

A impressão de sua alma a esse poema: