menino

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×

balao

o menino correu pela rua
atrás do balão cor de vida
e nunca mais voltou

e quando voltou
já não era menino
pois havia alcançado o balão

que estourou em suas mãos
feriu sua inocência
machucou sua alma de menino

e agora ele não corre mais
atrás dos sonhos-balão
só atrás do ganha-pão

do rouba-vida
do mata-sonho
do adeus-menino

(foto: autor desconhecido)

Print Friendly, PDF & Email

A impressão de sua alma a esse poema:

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×
%d blogueiros gostam disto: