garden

à shan

Te olhei e,
então,
te vi.
Estavas tão linda!
Sim, como estavas de tal modo
linda!
E por um instante o tempo parou séculos
parado também a ver
como estavas linda!
Mas o tempo não voltou…
não posso mais olhar para outras manhãs
e te ver em outras manhãs
em outros jardins
em que também estavas
tão linda!

(sn, 031211)

Print Friendly, PDF & Email

A impressão de sua alma a esse poema: