Aldravia

232

adeus
à
dor
ah(há)
meu
amor

18 ago 2018

231

conforme
me
consolas
me
contorço
cansado

10 ago 2018

230

odeio
tanto
Te
amar
tão
pouco

10 ago 2018

229

uma
dose
letal
de
poesia
nevrálgica

10 ago 2018

228

às
vezes
neva
quase
sempre
vivo

10 ago 2018

227

encanto
no
encontro
enquanto

não
conto

10 ago 2018

226

ver-se
como
verso
espelho
sem
reflexo

15 jul 2018

sem título

25 dez 2017

personauta

09 ago 2017

225

ah!mores
de
tantos
com-licenças
e
por-favores

09 jun 2017

%d blogueiros gostam disto: