Monthly Archives: Fevereiro 2014

lá fora

a chuva está voltando: lá fora um vento diferente na tarde melancólica
eu tomando chá – não dos mais saborosos – com stévia
assobiando aqui dentro aquela música do kraftwerk
uns tantos dias nunca existidos acontecem agora, à tarde, loucos
nem arrancados, vindo como mero rio, me and you
e quase já era nunca mais, desesperançado
alegria solta, pandorga, folha arrancada pela brisa
alento

(scs, 22414)

25 fev 2014

202

desgosto
profundo:
amor
imundo.
primeiro?
segundo!

25 fev 2014

201

miseravelmente
desfeito
em
lágrimas
de
crocodilo

25 fev 2014

saudade

uma quantidade tão grande
de nada

25 fev 2014

tríade 20

a profunda tristeza
de não sorrir
mesmo sem vontade

25 fev 2014

200

orgulhosamente
humilde
de
sua
soberba
insignificância

25 fev 2014

199

mentira!
vives
sem
mim,
sem
nós

25 fev 2014

198

desconheci-me
de
todos
mas
ainda
enfrento-me

25 fev 2014

197

alegria
terrível
ver-me
invisível
angústia
risível

25 fev 2014

Lembranças de morrer (Álvares de Azevedo) – trecho

Descansem o meu leito solitário
Na floresta dos homens esquecida
À sombra de uma cruz e escrevam nela:
– Foi poeta, sonhou e amou na vida.

25 fev 2014