Monthly Archives: Abril 2012

88

Não
acredito
na
verdade
que
minto.

27 abr 2012

87

Não
temo
solidão,
temo
minha
companhia.

22 abr 2012

86

Nem
sempre
tenho
razão.
Eu
acho…

22 abr 2012

quando

Quando acordei do sonho que era sonho,
a neblina fria lá fora
chorava na janela.

Quando acordei do sonho que era real,
o sol aquecia e sorria
aqui dentro.

(scs, 10412)

22 abr 2012

85

Disse
apenas
tchau,
e

inexistia.

21 abr 2012

84

Caminhei
sozinho
outros
passos,
não
meus.

21 abr 2012

83

Como
pensávamos:
ainda

outro
dia.

21 abr 2012

82

Insistia
em
saber
a
ausente
resposta.

21 abr 2012

81

Ferida
de
saudade
enrolou-se
no
edredom.

21 abr 2012

80

Te
fiz
companhia
em
minha
solidão

21 abr 2012