Um comentário sobre “180

A impressão de sua alma a esse poema: